My cool life in the west coast

Archive for the ‘Política’ Category

Hahahahaha eu gostava de ter estado em Sintra para ver a peixeirada que o Socrates e os seus escravos fizeram com os dois pobres coitados do Vai Tudo a Baixo.

Ouvi dizer também que o Socrates tem medo destes dois gajos cada vez que os vê foge, não sei porquê a mim parecem-me inofensivos.

Não gosto dos espanhóis misturados com os portugueses. Não gosto dos espanhóis metidos na política portuguesa. Eu não tenciono resolver os problemas de Portugal em função dos interesses espanhóis” – Manuela Ferreira Leite

Isto só pode ser a brincar? mas será que a Manuela Ferreira Leite percebe o que esta aqui a dizer isto soa um pouco a patriotismo em demasia. Que eu sabia ainda a uns meses atrás falasse de Portugal e a Europa e penso que foi o PSD que ganhou as europeias será que foi tudo ilusão? Ela também foi Alemanha fazer o que? porque realmente não acredito que a Merkel se quer ouça gente que diz tamanha estupidez.

Começo a pensar que a vitoria do PSD não foi merecida cada vez tenho menos confiança nesta mulher, só falta vir dizer que é contra o casamento entres portugueses e estrangeiros, serio eu já começo  a acreditar em tudo.

Portugal já só por si é uma ilha, imaginasse com esta gente a governar será que ainda pode haver alguém pior que todos os nosso antigos e actuais governantes? eu espero que esta pergunta não seja respondida com uma vitoria do PSD nas legislativas.

Mudando de assunto tenho jogado Aion Open Beta e é realmente agradável ao olho digamos que é Lineage II com asas lol, vou comprar o jogo e jogar pelo menos um mês depois logo se vê, farto facilmente com MMORPGs ^^

O Sócrates é famoso ate nas internetes hehehe

A semana passada se não me engano no expresso vinha este portal, ajuda as pessoas a ter uma melhor perspectiva em quem devem votar de acordo as suas preferências.

Fiz o meu teste de 30 perguntas e deu Partido Humanista digo desde já que estava a pensar em votar neste ou no MMS por isso não mudou muito a minha perceptiva. O mais engraçado é que se fica a saber mais sobre os partidos em 10 minutos num portal do que a ouvir a baboseira que andam a dizer nos festarolas comícios dos partidos.

Nota: Se o PS ou PSD ganharem as europeias, epá só tenho a dizer isto: A maiorias dos portugueses gosta de levar no c…

Battlestar Galactica

Excelente serie esta, confesso que na primeira temporada parei um pouco de ver porque simplesmente morri de tédio talvez porque não vi as mini series antes?. Alguns meses depois retomei a serie, ja vou na terceira temporada e estou super viciada, é um bom exemplo de como o sci fi pode ser levado a serio e levantar questões sobre realidades actuais e problemas sociais

Num dos episódio aparece uma rapariga no cargo da nave Galáctica, pertencendo esta a uma comunidade religiosa teve de entrar ilegalmente na nave para poder fazer um aborto.

Isto levanta certas questões politicas a bordo da Galáctica, para alem disso a rapariga pede asilo e a representante da comunidade religiosa faz pressão sobre a presidente  para ela ser devolvida aos pais. Mais tarde a presidente declara que o aborto será punido pela lei porque a espécie humana esta em extinção, mesmo estando contra isso.

Este episódio fez me pensar em varias coisas, como por exemplo sendo a rapariga menor pelo que entendi deixa de ter uma palavra sobre o que quer fazer com o seu corpo, será ela é uma boneca que os pais podem ordenar? Onde está o respeito pelos jovens e pelas crianças, maior das vezes gostam de vir com a santa frase “que os mais novos são todos uma merda é só desrespeito pelos mais velhos no meu tempo é que era esta sociedade esta podre” será mesmo assim?  os jovens e crianças têm tão pouco poder, independência, dinheiro. Maior parte das vezes são os pais ou a justiça que decide o destino de muitas crianças, nesta sociedade quem é que realmente esta podre? eles não podem controlar ninguém, nem comprar ninguém e nem são ouvidos.

Outro ponto de reflexão seria pensar sobre os direitos humanos, será que em tempos de crise deve-se abdicar das nossas convicções como torturar prisioneiros ou punir o aborto porque existem pouco humanos ou existem terroristas. A resposta óbvia seria não. Em tempo de crise é que estes valores são testados e se uma pessoa cede não se esta a trair? mas a sobrevivente da humanidade não será mais importante que valores como igualdade e justiça? Não existe resposta certa tanto num caso como outro existem grande consequências. É preciso ter muita coragem politica para ir contra as nossas convicções para um bem maior que neste caso foi o que se passou.

Não digo com isto que concordo pois sou a favor do aborto a única coisa que admiro neste tipo de políticos é serem sinceros só que existem certas coisas que não dependem só de uma pessoa tem de se pensar no bem comunitário e não no deles.

Falo de coisas que só existem em conto de fadas em Portugal, bem pelo menos o aborto foi legalizado e já me esquecia de que mandaram um submarino na altura para ameçar? o barco do aborto e agora o estado português tem de pagar multa hahaha consequência digo eu.

Depois de ler varias noticias e blogs sobre o assunto aqui, aqui e aqui, fui ver aconselhada pelo actual comentador da TVI ver os exames de um outro pais e escolhi o Reino Unido. A minha primeira impressão é o portal deles, está bastante bem estruturados dando resposta a tudo e mais alguma coisa. O portal abre em vários browsers ao contrario ao do ministério português e nem vou falar desse portal se não nunca mais saio daqui, porque aquilo é um horror e nem respeita as próprias regras imposta por eles próprio mas pronto continuando.

Não tenho certeza absoluta mas pelo que li esses são os exames(AS/A Level GCE) que fazem para ter acesso ao ensino superior embora existam outras maneiras. Existe uma maneira diferente de divisão de anos começando muito mais cedo, sem as parvoíces de só porque faz não sei quantos anos num determinado mês, já não pode entrar com 5 para escolinha.

Existem 15 temas ate aos 14 e ate aos 16 têm 10 temas com 4 opcionais. Quatro deles fazem uma falta danada cá em vez de trolhices de áreas de projectos e afins coisas que eu não apanhei graças a Deus que são Citizenship, Sex Education, Careers Education e Work-related learning, em que o ultimo só aparece no estagio 4 que são alunos dos 14 aos 16. O resto é ate aos 18, em que esses dois anos servem para preparar os alunos para a Universidade ou podem optar por escolas de Further education que é um pós-secundário e por conhecimento de causa chegam a pagar para os alunos estudarem em FE mas não sei se existe em todos os FE. Existem ainda outras opções mas o mais engraçado disto tudo foi esta frase,

A student automatically progresses to the next level of year and does not repeat the year even if the student has failed his or her examinations.

Então tanta critica sobre o facilitismo e um dos países Nórdicos (nem falo da Finlândia) é assim? quer dizer, isto anda tudo parvo deviam mas é reprovar, que raio de merda é esta?

Não digo que a Inglaterra seja perfeita acho que nenhum pais é mas isto resulta la perfeitamente e as pessoas vivem bastante melhor que nos. Onde é que já se viu eu quer compara mass effect e phoenix right cá e gastar a volta de 85 euros e la apenas 50  euros e já com portes incluídos chegando mais rápido a minha casa, que dizer isto é de loucos.

Depois de me informar um pouco sobre isto vou ver os exames em Portugal, é o meu espanto quando os comparo e chego a conclusão que é impossível porque primeiro não sou professora nem especialista em ensino, depois não tenho conhecimentos apenas do secundário, mas posso dizer que matemática core é parecido com o que fiz a uns anos vendo as coisas na vertical. O problemas é que aquilo é tão variado e os alunos têm tantas opções desde matemáticas mais complexa a uma carrada de línguas em que uma delas é português e existe em Janeiro também exames. Á pressão é impossível fazer algo rigoroso mas uma coisas é certa, as coisas não são assim muito, muito diferentes a nivel de exames ao longo dos anos. Existe sim maior facilitismo la do que aqui em tudo, ate na entrada para a escola primária então porque raio la funciona e aqui não? Qual é a grande diferença? eu gostava que alguém me desse uma resposta porque ate agora tenho visto pessoal a queixar-se de facilitismo e disto e  daquilo mas a fazer uma analise profunda nada, zero, niqueles!

Mas será que a senhora vive neste mundo XD pois eu duvido muito quando afirma coisas como esta.


“Admito que esteja a fazer uma discriminação porque é uma situação que não é igual. A sociedade está organizada e tem determinado tipo de privilégios, tem determinado tipo de regalias e de medidas fiscais no sentido de promover a família”, disse Manuela Ferreira Leite explicando que essas medidas eram “no sentido de que a família tem por objectivo a procriação”.

A primeira coisa interessante é “a sociedade está organizada e tem determinado tipo de privilégios, tem determinado tipo de regalias e de medidas fiscais” porque é a mais absoluta verdade em Portugal para tudo e mais alguma coisa! a segunda parte é bem mais interessante que é “a família tem por objectivo a procriação” realmente isto é muito actual para o século XIII e para os animais na selva também mas mesmo nesse caso eles fazem coisas obscenas e de certeza que não é para procriar.

Rainha Manuela Ferreira Leite, a tgviana
Rainha Manuela Ferreira Leite, a tgviana dos pobres

Para mim só falta o papa cá vir para proceder a bula Manifestus Probetum e coroar a Rainha Manuela Ferreira Leite ou ainda melhor, as mulheres voltarem para a cozinha que assim a procriação aumenta logo mas espera lá ela é uma mulher, pois esqueci-me desse pormenor .

Os argumentos desta gaja falharam tanto que eu queria ouvir isto 10x seguidas para me poder rir os dias todos da semana. Muita gente pensa que o casamento é uma coisa intocável cheia de valor e que nasceu para se poder formar família pois para essa gente tenho duas palavra: estudem historia e se não gostarem de ler volumes gordinhos de cultura podem sempre ir a Wiki. Como é que ela consegue ir a Inglaterra meu Deus, isso faz-me espécie. País que corrói o bom nome do casamento, família e bons costumes se fosse eu não metia lá mais os pés.

Outra coisa é eu conhecer mais gente a procriar sem estar casado do que ao contrário, o casamento não é sinónimo de natalidade, só uma pessoa ingénua pensa assim. Se querem mais gente a procriar dêem mais condições as pessoas, nesta sociedade só não se procria mais porque não existe possibilidade para depois pagar alimentação, estudos, casa e etc. Acham que maior parte das famílias ricas têm sempre 4 filhos ou mais só por ter?

Eu não compreendo como é que as pessoas querem um Portugal moderno e economicamente superior e ao menos tempo ter hábitos antigos, é que isto aplica-se em todos os lados, tribunais, escola, saúde, sociedade tudo mesmo. O único país que conheço que consegue conciliar as duas coisas é o Japão. Por isso aconselho a Senhora Manuela Ferreira Leite a ver Strawberry Panic! e Maria-sama ga miteru se gostar de educação religiosa e rigorasa com uma pitada de bons costumes embora bastante secante e por fim para descontrair Loveless se gostar de fantasia e Gravition onde talvez também tenha de apanhar uma grande seca. Assim quando emigrar para la ja não vai ter surpresas desagradáveis e ficará imune 😀